MateriaSaúdeSlideUltimas Materias

Estudantes da saúde encarnam palhaços e encantam pacientes do Hospital São Camilo

Uma das principais tendências em saúde para 2018 é o investimento na melhora da experiência durante a passagem do paciente pelo hospital. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a palavra “saúde” significa o estado de completo bem estar físico, mental e social. Para alcançar essa definição, o atendimento humanizado é imprescindível.
Com o objetivo de aprofundar as relações entre equipe multiprofissional de saúde e paciente, a Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo recebe em suas Unidades os Narizes de Plantão. Um grupo de estudantes do Centro Universitário São Camilo, em São Paulo, criado em 2010, que se fantasiam de palhaços e visitam instituições de saúde para tornar a rotina dos internados mais leve.
Segundo a psicóloga do Hospital São Camilo, Rita Calegari, os Narizes de Plantão oferecem a oportunidade de pacientes, familiares e funcionários pararem por uns instantes o que estão fazendo e se debruçarem na relação, poética e lúdica, com o palhaço. “O símbolo do palhaço é associado à alegria e descontração – e esse contraste do palhaço com o ambiente hospitalar pode aliviar a tensão e propiciar momentos de relaxamento.”
O grupo, que é formado por futuros médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e biomédicos, também se dedica a aprender com os pacientes, afinal, não é só na sala de aula que se ganha conhecimento.
A especialista explica que o trabalho de humanização é fundamental para o tratamento e para a melhora de muitos pacientes. “Somos humanos e, como tal, precisamos da relação com o outro, do vínculo e do afeto positivo para enfrentar os momentos complicados para superá-los. As ações de humanização visam resgatar no ambiente hospitalar o atendimento às necessidades de acolhimento e empatia, tanto de pacientes como de funcionários.”
Para Elaine Francischinelli, filha de um paciente de 79 anos que recebeu a visita do grupo, o trabalho é um diferencial. “A visita deles é um algo a mais. A rotina do hospital pode ser muito difícil e a visita dos palhaços ajuda a passar a hora, a distrair e deixar o paciente em um ambiente mais humanizado. Foi uma surpresa muito boa e, com certeza, ajuda no resultado final do tratamento.”

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Close
Close