Colunistas

Normas Técnicas e os Laboratórios Brasileiros

Humberto Marques Tibúrcio
Ex Presidente da SBAC
Gestor do Comitê Brasileiro de
Análises Clínicas e Diagnóstico In
Vitro – ABNT/CB-36

[email protected]

 

As normas técnicas é um padrão do documento que estabelece regras, orientações ou descreve uma ou mais características de um produto, serviço ou processo, com a finalidade de prover melhoria da Qualidade, do Desempenho ou da Confiabilidade.
No Brasil a Norma Técnica está sob a Responsabilidade da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, por intermédio dos CB – Comitês Brasileiros; os Laboratórios Clínicos possuem a presença por intermédio do ABNT CB 36 Comitê Brasileiro de Análises Clínicas e Diagnóstico In Vitro.
A Norma Técnica também tem seu organismo internacional, a ISO – International Organization for Standardization, que reúne os organismo de normalização nacionais, que desenvolve por intermédio dos TC – Techinical Committee as Normas Internacionais.
No âmbito da ISO os Laboratórios estão presentes por intermédio do ISSO TC 212 – Clinical Laboratory Testing and In Vitro Diagnostic Test com 40 países-membros, dentre eles o Brasil representado pelo ABNT CB-36 e mais 23 países – observadores.
As atividades e operações do ABNT CB-36, bastando darem conhecimento a ST – Secretária Técnica deste desejo e comparecendo quando da atividade escolhida de acordo com o PNS – Programa de Normatização Setorial, anualmente publicado.
A ST do ABNT CB-36 é mantida em funcionamento e operação pela SBAC – Sociedade Brasileira de Análises Clínicas que prove os recursos necessário para executar o conteúdo do PMS, comunicar-se com os participantes e manter o acervo das Normas Técnicas, entre outras atividades.
A ABNT é a única entidade brasileira que cuida das normas técnicas e que representa o Brasil na ISO e o ABNT CB-36 é o único que representa os Laboratórios na ABNT e na ISO, especificamente no ISO TC 212.
As Normas Técnicas favorecem ao desenvolvimento econômico ou tecnológico, oferta elevados padrões de Qualidade e de Desempenho, contribuem favoravelmente para a manutenção e melhoria continua da competência profissional e gerencial.
As Normas Técnicas também favorecem aos negócios especialmente para as micro e pequenas empresas Laboratoriais ou que as vendem produtos ou serviços para estas, pois, possuem as propriedades de reduzir custos, promover o aumento do grau de satisfação do cliente ou do paciente, abrir ou acessar novos mercados, melhorar o desempenho ambiental e ir além destes.
A segurança, como, por exemplo, da informação do paciente ou da empresa Laboratorial encontra na Norma Técnica resposta e aliado para que o Laboratório desenvolva boas práticas que reflitam estes fatores nelas presentes.
Os consumidores dos Serviços Laboratoriais podem ter suas necessidades e expectativas atendidas com ênfase e predomínio, quando Normas Técnicas estão inseridas nas práticas destas empresas e no relacionamento entre eles.
O ABNT CB-36 possui a seguinte organização derivada do seu âmbito de atuação, que lhe confere a competência de atuação setorial:

Normatização no campo de Análises Clínicas e Diagnóstico In Vitro compreendendo orientação para Laboratórios de Análises Clínicas e Sistemas de Diagnóstico In Vitro, relativas a

1 – Gestão e Garantia da Qualidade
2 – Procedimentos e Desempenho Analíticos
3 – Segurança em Laboratórios
4 – Sistemas e Materiais de referência, bem como os equipamentos associados;

No que concerne a terminologia, requisitos métodos de ensaio e generalidades

Para executar o âmbito de atuação o ABNT CB-36 possui os seguintes subcomitês:

O ABNT CB-36 teve suas atividades iniciadas em 1997 quando fui o seu primeiro coordenador e depois o primeiro superintendente ao qual retorno em 2.017 com as responsabilidades do cargo de gestor.
Deixo-lhe o convite para se integrar as atividades de Normatização Técnica do ABNT CB-36 e o seu contato comigo pode ser feito pelo correio eletrônico [email protected] ou pelo telefone (21) 2187-0800, secretaria técnica, ou se preferir pelo endereço postal desta, ou seja, Rua Vicente Lícinio, 99 – Tijuca – 20.270 – 902 – Rio de Janeiro – RJ aos cuidados da Secretaria Técnica, Sra. Cássia Ferreira.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close