sitelabornews

Diagnósticos do Brasil reúne mais de 600 pessoas em palestra no 45º CBAC

De 17 a 20 de junho, o Diagnósticos do Brasil participou da 45º edição do Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, na cidade do Rio de Janeiro/RJ, mais uma vez como patrocinador ouro do evento, oferecendo palestras e workshops aos participantes. O lançamento da nova comunicação visual das marcas DB Patologia, DB Molecular e DB Toxicologia, movimentou o stand em todos os dias de evento, foram cerca de 200 visitas diárias, onde clientes e prospects puderam conhecer um pouco mais sobre os diferenciais dos produtos e inauguração das novas sedes, com o atendimento privilegiado da diretoria do DB, presente em todos os dias do congresso. “Aproveitamos a realização deste evento, que é referência na área, para mostrar os investimentos em infraestrutura e gestão que aplicamos nessas unidades estratégicas, bem como a mudança na comunicação visual”, revela Tobias Thabet Martins, diretor comercial do Diagnósticos do Brasil. A palestra mais esperada do evento foi um oferecimento do DB, com o jornalista Caco Barcellos. O palestrante compartilhou experiências e mostrou para mais de 600 pessoas que a persistência é o caminho para uma trajetória profissional de sucesso. Além da palestra magna, o DB também promoveu os workshops “Sequenciamento de nova geração e suas aplicações no diagnóstico e vigilância das doenças infecciosas”, com a professora Ester Cerdeira Sabino, e “Relacionamento entre o laboratório e o médico”, ministrado pelo especialista em análises clínicas, Deivis Paludo Junior. Duas colaboradoras do grupo tiveram seus artigos científicos aprovados para exposição no congresso. A biomédica e líder do setor de Imunofluorescência do DB, Juliana Santos Esquina, falou sobre a importância do exame FAN para o diagnóstico das doenças autoimunes com o trabalho “Correlações entre o padrão nuclear pontilhado grosso em pesquisa de autoanticorpos anticélula (Fan Hep-2) e os Anticorpos Anti-Sm E Anti-Rnp.” e, representando o DB Molecular, a biomédica Cristina Gomes Machado, que apresentou o artigo a “Frequência dos genótipos do HCV e dos subtipos 1a e 1b em amostras analisadas no período de dois anos em um laboratório de atuação nacional.”

Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close