Academia de Ciência e Tecnologia completa vinte anos de difusão de conhecimentos em hematologia


A Academia de Ciência e Tecnologia de São José do Rio Preto, SP (AC&T) foi fundada em agosto de 1999 com o objetivo de difundir ciência de qualidade para profissionais que atuam, ou pretendem atuar, em laboratórios de análises clínicas, patologia clínica, hematologia e banco de sangue. Os projetos idealizados e que impactaram o ensino profissional nestas áreas estiveram fundamentados em cursos de especialização e pesquisas científicas em hematologia. A AC&T, desde sua fundação, está instalada em uma ampla residência no bairro Santos Dumont de São José do Rio Preto, e conta com laboratórios onde se realizam demonstrações de técnicas e pesquisas científicas, dois auditórios, biblioteca com 700 monografias produzidas por nossos alunos além de livros de hematologia e de diversas áreas de laboratório clínico, museu do laboratório com cerca de 300 peças, entre outras dependências.

Em 2004 a AC&T passou a ter parceria pedagógica e científica com a Faculdade de Medicina Faceres, também de São José do Rio Preto, submetendo-se, portanto, às regras do Ministério da Educação (MEC). Em 2007 a AC&T agregou o Instituto Naoum de Hematologia sob a responsabilidade do Prof. Dr. Flávio Augusto Naoum. Ao final de 2019, ao completar vinte anos de existência, a AC&T contabilizou para seu currículo 67 cursos de especialização, 2.700 alunos provenientes de 576 cidades do Brasil e de todos os estados da federação, e também alunos estrangeiros do Paraguai e Colômbia.

É importante destacar que as conquistas obtidas pela AC&T teve também a participação ativa de funcionários abnegados, com destaques para as senhoras Yone Sass, Magaly S.M. Moretti, Néia Bezerra, Ernane Bezerra (Ceará), Edileuza Felix e José Felix. Por outro lado a competência de professores convidados que expuseram seus privilegiados conhecimentos e dos professores associados com reconhecido saber, a destacar, os professores doutores Luiz Carlos de Mattos, Margarete Gottardo de Almeida e Roberta Maria Facchini, moldaram ainda mais a qualidade dos nossos cursos.

Neste período de existência da AC&T, os professores Paulo Cesar Naoum e Flávio Augusto Naoum publicaram nove livros científicos: Eritrócitos, Leucócitos, Doenças que alteram os exames bioquímicos, Doenças que alteram os exames hematológicos, Doença das células falciformes, Doença dos eritrócitos, Em nome do DNA, Eletroforeses, e Biologia médica do câncer humano, todos disponibilizados gratuitamente online em nosso portal.

Como a filosofia pedagógica da AC&T é difundir ciência e tecnologia de forma rápida e moderna, a diretora pedagógica Alia Fernandes Maluf Naoum idealizou os vídeos científicos em forma de cartoon que estão postados em nosso canal no youtube intitulado academiadeciencia e conta, presentemente, com 51 mil seguidores, e todos esses vídeos somados atingem perto de cinco milhões de acessos. A comunicação da AC&T é feita por meio de facebook, youtube, instagram e whatsapp, além do portal www.ciencianews.com.br que conta atualmente com mais de oito mil páginas compostas por biblioteca digital com mil e duzentos artigos escritos por nossos alunos, aulas online, livros online, atlas de células do sangue, artigos científicos, testes e casos clínicos das principais patologias hematológicas, vídeos científicos e aulas rápidas (quickclass).

O número atual de acessos da home é próximo de 600 mil, com médias diárias de 250 visitas e de 1100 páginas consultadas. A AC&T promoveu, também, atividades relacionadas com responsabilidades educacional e cultural, com destaques para dois programas: “Ciência na escola pública” que beneficiaram três mil estudantes de dez escolas municipais de São José do Rio Preto através de laboratório móvel, e “Palco para nossos talentos” em que organizamos apresentações de musicas clássicas e eruditas de alunos de escolas e institutos de música desta cidade. Por fim, a Academia de Ciência e Tecnologia de São José do Rio Preto continuará sempre buscando atualizações científicas com inovações tecnológicas para os profissionais que frequentam seus cursos de pós-graduação em nível de especialização, dando-lhes a segurança necessária para realizarem diagnósticos laboratoriais em diversas patologias humanas.