Pesquisadores do Grupo Fleury criam teste inédito para detecção da COVID-19 e trabalho é publicado na prestigiada Revista Nature

Em entrevista exclusiva para Labornews, Dr. Valdemir Melechco Carvalho, pesquisador sênior do Grupo Fleury, explica por que criaram o teste.


LABORNEWS - Como surgiu a ideia de criar um teste para detecção da Covid-19?

VALDEMIR MELECHCO CARVALHO - No início de março, nós nos deparamos com um aumento de demanda sem precedentes para o teste de detecção do vírus pelo RT-PCR, o padrão ouro. Esse crescimento súbito da demanda poderia resultar no desabastecimento de insumos, reagentes e equipamentos para executar esse teste. Então a direção do Fleury fez um chamado à todas as equipes do grupo de pesquisa e desenvolvimento para que dentro de cada especialidade metodológica, buscassem alternativas para a detecção do SARSCoV-2. O grupo de P&D conta com várias expertises e formações como biólogos moleculares, imunologistas, biotecnólogos e químicos. Minha equipe é mais voltada à química e bioquímica analítica.

 

LABORNEWS - A partir de qual base técnica vocês partiram? 

VALDEMIR MELECHCO CARVALHO - Desenhamos um ensaio baseado na espectrometria de massas, uma técnica bastante antiga, tem quase uma centena de anos, mas que vem sendo usada há menos tempo, cerca de 30 anos, em biociências. Nos Laboratórios clínicos é usada há cerca de duas décadas. Então nós aplicamos essa técnica para análise do vírus, nesse caso, não por meio da detecção do RNA, como no caso do PCR, e sim, de um outro componente da estrutura viral, que são as proteínas.

 

 

Por: Andrea Penna

NOSSOS PARCEIROS

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade e Termo de Uso. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de uso e a Política de Privacidade da LaborNews.