Qual a opção encontrada por sua empresa nesses novos tempos para permanecer presente e de forma acessível no mercado, estar adequada e render bons resultados?


Nesta edição iniciaremos esta sessão com empresários e profissionais que fomentam a dinâmica do mercado da saúde laboratorial, diagnóstica e hospitalar. Na próxima edição, teremos a continuação deste espaço com a participação de outros empresários.

Eles respondem à pergunta:
“Qual a opção encontrada por sua empresa nesses novos tempos para permanecer presente e de forma acessível no mercado, estar adequada e render bons resultados?”

Henrique Almada

Sócio Diretor VIDA Biotecnologia, GT Group e Diagfast

Nossa opção foi de mudanças, flexibilizações internas e externas rápidas e investimentos para expansão de novas linhas. Fomos totalmente ao contrário da maioria dos players de mercado e o resultado disso foi e está sendo um crescimento exponencial de vendas, clientes e conquistas de novos nichos. Hoje se mantém quem arrisca, quem inova, quem investe em boas contratações e qualifica sua equipe com os valores da empresa. Você só consegue manter seus clientes satisfeitos se os seus colaboradores também estiverem.




Gilson Serio Pizzo

Presidente da Biotécnica

Para nos adequarmos ao atual contexto de pandemia, primeiramente constituímos uma comissão de crise para compartilharmos as decisões táticas e estratégicas em encontros mais frequentes.

Esse grupo multidisciplinar trabalhou de forma serena e profissional traçando possíveis cenários e pontos de oportunidade. Oportunidades estas em âmbito negocial, social e no que tange a governança corporativa da empresa. Aproveitamos para avaliar projetos e diversificar as linhas de produtos sabedores que o pico da crise, concentrado no segundo trimestre de 2020, iria passar.

Assim investimos em treinamentos, nos canais de vendas, em tecnologia, em pessoas para o time Biotécnica, diversificação de portfólio e em uma célula comercial estruturada com foco nas vendas, marketing e pós-vendas. Vale ressaltar o trabalho institucional que fizemos em torno da marca e, para ilustrar a proporção dos novos produtos, teremos mais de 70 itens lançados desde o início de 2020 até o final de 2021. São quase três itens por mês!

Fazendo o simples bem-feito e otimizando recursos, podemos dizer que aprendemos e agimos neste novo contexto que nos fez despertar.

Agora é continuar com a mesma pegada e colher os frutos.




Marcelo Lorencin

CEO e fundador da Shift

Os desafios desde o início da pandemia foram se transformando, o que demandou, por consequência, uma necessidade de ir adaptando as nossas estratégias de enfrentamento. Mas, sempre com um olhar sistêmico e com um posicionamento de parceria tanto com clientes, como com fornecedores. Nos primeiros meses da pandemia fizemos um monitoramento muito próximo e estivemos atentos ao mercado e foi nítido o impacto da crise no setor.

No primeiro semestre e início do segundo semestre de 2020, as vendas de novos projetos inevitavelmente desaceleram, pois, muitos laboratórios e clínicas de imagem optaram por preservar seu caixa. Claro que, nesse cenário, ajustes e negociações foram necessárias de todos os lados. Internamente, tomamos a decisão de manter todos os colaboradores, pois apesar de diminuir custos em um primeiro momento, os desligamentos impactariam a longo prazo. O que fizemos foi usar a nossa estrutura para apoiar os clientes remotamente e também treinamos e capacitamos à distância.

No entanto, a rapidez com a qual o novo cenário se instaurou levou a uma necessidade urgente de adaptação e reinvenção dos laboratórios. Gradualmente, com o aumento da demanda e os desafios operacionais, muitos conscientizaram-se da importância do investimento em tecnologias de amplo escopo, capazes de atuar nas frentes de eficiência operacional, gestão, qualidade e jornada do paciente, que são as diretrizes de nossas soluções. Nossa base demandou muitos serviços para atendimento remoto, customizações, automatização e projetos utilizando o nosso aplicativo mobile para agendamento, pré-atendimento de pacientes e coleta domiciliar. Isso provocou um aumento significativo nas vendas de 2021. E, com isso, foi possível retornar a um novo normal.

Mas, na verdade, é que a cada dia nos surpreendemos com inovações que mudam nossa maneira de ver a medicina e o setor de medicina diagnóstica tem que estar cada vez mais preparado para essa transformação digital. Quem ainda não está apostando em novas tecnologias tem que parar e pensar a respeito, pois ela se apresenta como essencial para um equilíbrio do ecossistema, para a segurança, conveniência e atendimento aos pacientes e de toda a rede de saúde.




Cláudio Gusso

CEO Neolab Import

Sabemos que a pandemia, em geral, fez que com muitos comércios fechassem, mas nós da Neolab conseguimos manter uma constância em nossas atitudes de acordo com nossos propósitos, que é acima de tudo promover saúde e contribuir para a sociedade.

A pandemia gerou um repentino crescimento na área da saúde, no entanto o que diferenciou as empresas e profissionais durante o período crítico foi a responsabilidade em contribuir no combate a Covid-19.

Distribuir produtos da saúde é relativamente simples em períodos com maior demanda, no entanto para se manter de forma adequada e ter credibilidade no mercado após a pandemia requer muito mais. É justamente essa missão que a Neolab assumiu desde quando foi fundada em 2014.

Nós, desde o princípio, mantivemos o propósito da nossa empresa “COMPROMISSO COM O PRÓXIMO”, garantindo vendas justas e honestas dentro do mercado, além da qualidade criteriosamente e constantemente avaliada. Isso fez com que nossa marca ganhasse espaço e ficasse nacionalmente conhecida.




Paulo Henrique Soares

CEO – In Vitro Diagnóstica

Inovação foi a palavra de ordem. Inovação não só através dos novos produtos que incorporamos ao nosso portfólio, mas inovamos ao nos reinventar. Reestruturamos processos produtivos, realinhamos estratégias com fornecedores, estreitamos os laços com os nossos parceiros e clientes. A nossa equipe se fortaleceu ao passo que todos entenderam a importância do momento que estávamos vivendo. Com isso, superamos as nossas expectativas ao concluir em tempo recorde projetos desafiadores que possibilitaram a In Vitro manter-se em crescimento. A nossa responsabilidade social e científica extrapolou os portões da nossa fábrica, pois também nos preocupamos em olhar para fora, a fim de entender as necessidades dos nossos parceiros e clientes. Com isso, reajustamos importantes negociações pensando no abastecimento do mercado e no bem-estar de todos que fazem parte da família In Vitro. Ao longo de toda essa reestruturação, oxigenamos a nossa estrutura, nos tornamos mais produtivos e ousados. Novas ideias foram surgindo à medida que não paramos no tempo e não nos intimidamos diante dos desafios deste “novo mundo”. No ano em que comemoramos 29 anos, a In Vitro sente orgulho de seguir mais sólida e com uma mente dinâmica, sempre pronta a se reinventar. Novos ventos estão vindo por aí e com eles novidades e grandes transformações.




Carolina Camargo

Diretora Comercial Décio Camargo Brasil

Com a impossibilidade dos encontros presenciais com nossos clientes investimos em suporte via whatsapp, que agora possibilita até 50 atendimentos simultâneos, e melhor ainda passamos a realizar eventos virtuais periodicamente mantendo o networking e levando informações e novidades a nossos clientes.




Denilson Laudares Rodrigues

CEO e fundador da Celer

O histórico de excelência e as parcerias internacionais permitiram à Celer ser uma das pioneiras do Brasil a ter aprovação para comercializar testes rápidos para COVID-19. Por meio dos exames Point of Care, desenvolvemos soluções inovadoras em diagnóstico humano e veterinário, que geram valor e acessibilidade para o sistema de saúde.




Aramis Samyr Novaes

Presidente da Ebram Produtos Laboratoriais

As indústrias sentiram fortemente o efeito da pandemia, além do desabastecimento de materiais básicos para o processo produtivo, houveram altas em todas as commodities, matérias primas, insumos e principalmente nos fretes aéreos e marítimos. A Ebram vem buscando alternativas para driblar esses efeitos devastadores, e ao invés de repassar todos os aumentos recebidos aos nossos clientes, estamos trabalhando no sentido contrário, buscando baixar nossos custos e aumentar a produtividade.

Priorizamos os investimentos na produção nacional e no desenvolvimento de produtos com tecnologia diferenciada para atender as necessidades que o mercado diagnóstico exige em tempos de pandemia.




Cristiano Amaral

CEO da AmaMedical

Nos empenhamos em renegociar contratos, abrir novas linhas de créditos aos clientes com opções de até 36x e também opções de locação, facilitando assim, a retomada dos negócios. Revisamos nossos processos e mudamos a política comercial atuando fortemente no pós vendas e na gestão de qualidade.




Sérgio Benvenuto

Atlas Diagnóstica

Uma época difícil e nova em nossas vidas e trabalho, Resta fortalecer o carinho e honestidade aos nossos clientes e amigos!

NOSSOS PARCEIROS