Vitor Muniz Jr. fala ao LaborNews sobre o panorama no País


O diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios da Roche Diagnóstica Brasil, Vítor Muniz Jr, é o novo vice-presidente da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial (CBDL)

Vitor Muniz Jr.: 
Com mais de 20 anos dedicados à indústria da saúde, Muniz passou os últimos quatro na Abbott,
como Gerente Geral da Divisão Diagnósticos e Diretor de Soluções Empresariais, tendo atuado
também em posições estratégicas na Coloplast, como Diretor Geral, e BD (Becton, Dickinson and
Company) como Diretor de Negócios. O executivo é formado em Administração com pós-graduação
em Gestão de Marketing, pela FAAP, MBA em Gestão Estratégica, pela USP, e liderança executiva,
pelo INSEAD (França).

Como podemos dimensionar, hoje, fatores e tendências de avanço, palavra chave do mercado de medicina diagnóstica?

O mercado de medicina diagnóstica hoje já movimenta algo em torno de R$ 42 bilhões por ano e o investimento constante em inovação é fundamental para oferecermos soluções e tecnologias que realmente fazem a diferença na vida das pessoas. A Roche, como a empresa líder em diagnóstico, tem sido pioneira e protagonista da transformação da saúde. Ao liderar diálogos frequentes e iniciativas de colaboração com diversos stakeholders da saúde, reforçamos o nosso compromisso em inovar o diagnóstico, transformar a saúde e mudar vidas. Colaboração e transparência são fundamentais para avançarmos a maneira que damos suporte para a melhor gestão da saúde.

Existem também outros componentes essenciais, como ferramentas de gestão, novos testes, qualidade, automação, informação e implantação na medicina. Considera que as inovações são uma meta?

Inovação está em nosso DNA. Hoje, a Roche investe 20% do seu faturamento global em P&D para desenvolver soluções que realmente mudam a vida das pessoas. Além de garantir Vitor Muniz Jr. fala ao LaborNews sobre o panorama no País a qualidade, segurança e precisão de nossas soluções, oferecemos sistemas integrados e automatizados de ponta que permitem agilizar significamente a entrega de resultados, além de possibilitar uma melhor gestão baseada em dados. Ao mesmo tempo, sabemos que para inovar constantemente é preciso fortalecer a colaboração com diversos stakeholders, sejam clientes, autoridade locais ou sociedade, para co criar caminhos que, no final do dia, farão a diferença na vida das pessoas - dentro e fora dos laboratórios.

É uma tendência para melhorar a saúde das pessoas?

Oferecer soluções para que as pessoas vivam mais e melhor é o nosso compromisso na Roche. Mas entendemos que os desafios do setor vão além da oferta de novas tecnologias. Precisamos encontrar juntos - Indústria, governos e sociedades maneiras de ampliar o acesso à saúde e fazer isso de forma sustentável. Neste sentido, a medicina de precisão torna-se cada vez mais relevante por auxiliar em toda a jornada do paciente - da prevenção ao monitoramento dos tratamentos mais complexos. Um diagnóstico correto impacta não só a vida do paciente, como toda a cadeia de saúde. Neste sentido as novas tecnologias são grandes aliadas. Com elas, é possível detectar, por exemplo, um vírus que causa grande impacto na sociedade como é o caso do HPV, ou mesmo, do novo coronavírus como estamos acompanhando. Podemos ainda promover de forma virtual tumorboards essenciais para auxiliar no atendimento a pacientes oncológicos, como faz o NAVIFY.

É uma mudança, principalmente suscitando novas estratégias?

Com certeza. Hoje, buscamos alternativas para romper fronteiras e barreiras, colaborando fortemente com diversos stakeholders. Nosso olhar vai além das soluções. Queremos oferecer todo o suporte para auxiliar nossos clientes em seus desafios de negócio e, com isso, impactar diretamente a vida das pessoas. Além dos grandes mercados consolidados, como a Roche Diagnóstica, também atende o mercado regional? A tecnologia tem nos auxiliado até nisso. Hoje, atuamos de forma intensa ao lado dos times globais e regionais trocando boas práticas e auxiliando na criação de estratégias que auxiliam os países a superarem seus desafios. Nosso time regional tem uma atuação muito importante unindo elos para garantir que consigamos impactar o maior número de pacientes.

A Roche Diagnóstica também se preocupa com a competitividade?

Nós possuímos o portfólio mais abrangente do setor e buscamos uma contínua expansão de novos serviços para beneficiar nossos clientes/ pacientes. Oferecemos automação, digitalização e integração que levam o diagnóstico além dos laboratórios. Quais são as metas em seu nome e importante cargo dentro da empresa? Estou muito orgulhoso de me unir ao time Roche Diagnóstica. O que vi até hoje foi um grupo de talentos focados em fazer a diferença na vida das pessoas apoiando toda a cadeia de Saúde. Meu papel aqui é reforçar a equipe comercial abrindo portas em novos mercados, com novos modelos de negócios e uma abordagem com foco no cliente. 

..."Inovação está em
nosso DNA. Hoje, a Roche
investe 20% do seu
faturamento
global em P&D
para desenvolver
soluções que
realmente mudam
a vida das pessoas..."

NOSSOS PARCEIROS

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade e Termo de Uso. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de uso e a Política de Privacidade da LaborNews.