Biofire Filmarray Painel Pneumonia


As infecções do trato respiratório inferior constituem uma das maiores causas de internação hospitalar, com elevado índice de morbidade e de mortalidade, principalmente em populações mais suscetíveis, como idosos, crianças < 5 anos de idade, portadores de doenças crônicas e pacientes sob uso de ventilação mecânica. A OMS estima que as Pneumonias Adquiridas na Comunidade (PAC) tenham sido a causa de cerca de 3 milhões de mortes, em todo o mundo, no ano de 2016.

 

O isolamento do agente etiológico é de fundamental importância para a administração do antimicrobiano alvo e estudos indicam que a entrada com antibióticos em até 4 horas após a abertura do quadro clínico, pode reduzir consideravelmente o grau de mortalidade, daí a necessidade de antibioticoterapia de largo espectro empírica, até que se tenha os resultados microbiológicos definitivos. Em se tratando de pacientes hospitalizados com suspeita de Pneumonia Adquirida no Hospital (PAH) ou Pneumonia Adquirida por Ventilação Mecânica (PAV), o quadro torna-se ainda mais premente, pois existe grande possibilidade do envolvimento de germes portadores de multirresistência, cujos graus de mortalidade são consideravelmente elevados.

 

O novo Painel Molecular Pneumonia (Biofire Filmarray, BioMérieux, EUA) é capaz de detectar 33 alvos, incluindo o material genético tanto das principais viroses respiratórias, como também das principais bactérias envolvidas em pneumonias, além também das principais mutações que conferem multirresistência. O teste também fornece um resultado semiquantitativo, o que permite distinguir o achado de patógenos ocasionais (microbiota pulmonar) dos causadores de infecção (só será reportado se houver quantidade superior a 10³ CFU/mL). A detecção de sites de multirresistência, apesar de ser independente da detecção de bactérias, só é reportada se houver o patógeno correspondente (ex: mecA/mecC e MERJ só reportado se houver presença de S. aureus, assim como ESBL e carbamepenases só são reportados na presença de germes produtores, como Enterobacter, Klebsiella, Pseudomonas, etc.). O teste pode ser realizado em amostras diretas de escarro, aspirados brônquicos e lavado broncoalveolar (LBA).

 

O CQC Tecnologia em Sistemas Diagnósticos em parceria com a Biomerieux sempre trazendo o que há de mais moderno no diagnóstico clínico. Ajudando a salvar vidas.

NOSSOS PARCEIROS

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade e Termo de Uso. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de uso e a Política de Privacidade da LaborNews.