Diagnósticos do Brasil tem motivos para se orgulhar dos resultados

Em ano de crise, DB registra crescimento e certifica-se da missão cumprida diante do cenário atual


A pandemia do coronavírus gerou muitos impactos na economia do país, com várias áreas afetadas, o setor laboratorial não ficou de fora e precisou encarar a escassez de insumos e matéria prima ao mesmo tempo que a demanda triplicava por conta dos exames da Covid-19. A área também sofreu drasticamente com o comprometimento da logística, devido as medidas de segurança adotadas pelo país, como fechamento das fronteiras e malhas aérea reduzidas, além de problemas pontuais inerentes ao processo como: falta de mão de obra para suprir a demanda; organização dos colaboradores para o sistema home office; manutenção contínua de maquinários, que não deixavam de funcionar nunca; entre outras adversidades.

Para conseguir aderir as mudanças em tempo hábil o DB precisou recorrer a novas estratégias para não deixar de atender a nenhum cliente. “Temos um compromisso com o nosso país, e no meio de uma crise mundial, foi preciso repensar várias estratégias pra não parar. Não é só fazer exames, é uma estrutura gigante que garante que a qualidade e o acesso aos testes cheguem a todos no menor prazo possível. Foi preciso se reinventar a cada dia, para isso contamos com a expertise dos nossos profissionais, que se dedicaram muito nesse período”, diz Tobias Martins, diretor comercial do DB. 

Em pouco tempo, os exames para a detecção da Covid-19 passaram ser a prioridade do laboratório, que, realizava diferentes tipos de testes, de acordo com a necessidade do mercado. São tecnologias como a RT-PCR, realizada na sede dedicada à exames genéticos, o DB Molecular, localizado na grande São Paulo. Os testes são capazes de detectar o RNA do vírus ativo, e é usado para diagnóstico de quadros agudos. Outros exames utilizam metodologias como a de ELISA, quimiluminescência e eletroquimioluminescência, capazes de identificar os anticorpos do vírus. Estes possuem uma janela um pouco mais larga para detecção, porém, sua usabilidade é aplicada no controle epidemiológico e em casos de pessoas que contraíram a doenças e foram assintomáticas. 

No mês de setembro o DB bateu recordes de exames, alcançando a marca histórica de 9 milhões. “Cada recorde que alcançamos, ao longo desses anos, foi muito celebrado por todos nós. Era a resposta dos nossos clientes ao nosso serviço, algo que construímos com excelência. Mas esse ano foi diferente, não conseguimos comemorar nosso recorde. O sentimento foi outro, até mais gratificante, foi de muito orgulho por todos que se dedicaram ininterruptamente para alcançar o que tanto valorizamos, o nosso maior objetivo: salvar vidas,” finaliza Tobias. 

O DB atende mais de cinco mil clientes em todo Brasil com três sedes de análises clínicas, e mais três sedes especializadas, o DB Molecular, DB Patologia e DB Toxicológico, juntas possuem uma capacidade para 15 milhões de exames por mês e está à frente em inovações tecnológicas e pesquisas, trazendo sempre o que há de melhor e mais moderno para os clientes. O laboratório cresceu, durante esses anos, alinhado sempre ao propósito de contribuir com a sociedade, conservando a forte parceria com os clientes e mantendo o padrão de excelência nas análises. Diagnósticos do Brasil Rua Manuel Ribas, 245 . São José dos Pinhais . PR . 83010-030

www.diagnosticosdobrasil.com.br

NOSSOS PARCEIROS

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade e Termo de Uso. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de uso e a Política de Privacidade da LaborNews.