OMS Recomenda O Autoteste De HIV Como Primeiro Passo Ao Tratamento E Prevenção

A epidemia de HIV continua a ser um dos mais difíceis desafios para a saúde. Trinta anos atrás, o teste de HIV foi uma das poucas intervenções disponíveis para as pessoas portadoras do vírus, mas na ausência de tratamento, seus benefícios eram limitados. Hoje, devido ao extenso aumento do tratamento, a informação sobre ter ou não o vírus – inclusive por meio de um autoteste – é o primeiro passo em


O autoteste de HIV é o processo no qual a pessoa recolhe a sua própria amostra (fluido oral ou sangue) e em seguida realiza um teste de HIV, interpretando o resultado em alguns minutos. Oferece uma maneira discreta e conveniente de testagem para o HIV, com o potencial de atingir indivíduos que precisam conhecer sua sorologia. Estima-se que 9,4 milhões de pessoas, 25% de todas as pessoas vivendo com HIV, não sabem que tem o vírus.

Recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma forma poderosa e inovadora de alcançar um número maior de pessoas, o autoteste é o primeiro passo para interromper a epidemia da AIDS.

Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a AIDS. O HIV é o vírus que, se não tratado, pode causar a AIDS ou “Síndrome da Imunodeficiência Adquirida”. A AIDS é uma enfermidade muito grave, em que a infecção crônica por HIV atinge o sistema imunológico, facilitando que a pessoa adquira várias doenças, podendo levar a morte devido à suas complicações. Há muitas pessoas que são HIV positivas que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas, podem transmitir o vírus a outros através de atividades que aumentam o risco de propagação do vírus, como relação sexual desprotegida ou compartilhamento de agulhas e seringas.

HIV Detect

O autoteste de farmácia para HIV pode detectar o vírus somente com o uso de fluido oral. O HIV Detect – o primeiro teste em saliva autorizado pela ANVISA . O teste pode ser realizado em um ambiente privado, sozinho ou com alguém em quem se confia, com um resultado rápido e confiável em apenas 20 minutos. Realizado em amostra de saliva, sem sangue e, portanto sem risco de contaminação, já que a saliva NÃO é um fluido capaz de transmitir o vírus da AIDS. Você pode ajudar a prevenir a disseminação da AIDS: usando preservativos de maneira correta durante as relações sexuais, não compartilhando agulhas e seringas e fazendo o teste com regularidade.

Fonte: www.hivdetect.com.br para obter mais informações
Foto: Divulgação na Internet