Celer entra no mercado veterinário e lança produtos para diagnóstico de animais de estimação


A Celer Biotecnologia, fabricante de equipamentos e soluções para o setor de diagnósticos, está trazendo para o Brasil duas linhas de produtos que prometem modernizar as rotinas de urgência e emergência na área veterinária para clínicas, laboratórios e profissionais independentes: o Analisador Ótico de Coagulação e o Analisador de Bioquímica Seca. O lançamento foi realizado no dia 24 de novembro, no Grand Mercure Ibirapuera, em São Paulo (SP), marcando a entrada da empresa nesse segmento com alto potencial de crescimento no Brasil. Com presença de profissionais e empresas do segmento de saúde animal, o evento contou com palestra ministrada pela especialista Silvia K. Ulata, formada pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ/USP).

Os novos produtos trazem a marca de excelência do fabricante chinês Wondfo, que já parceiro da Celer nas linhas de diagnóstico humano. O Analisador Óptico de Coagulação Veterinária é um equipamento portátil capaz de realizar testes de coagulação por meio da tecnologia Point Of Care (POC) com a liberação de resultados em até 5 minutos.

Para as análises, utiliza-se amostras de sangue total venoso citratado, performando testes como Tempo de Protrombina (TP), Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada (TTPa), Tempo de Coagulação Ativada (TCA), Tempo de Trombina (TT) e Fibrinogênio (FIB).


Analisador Ótico de Coagulação

Entre as aplicações clínicas do Analisador Óptico de Coagulação Veterinária estão a triagem para coagulação endógena e exógena, monitoramento do uso de anticoagulantes ministrados via oral ou injetável, investigação da atividade dos fatores de coagulação, monitoramento da coagulação, trombose e terapia trombolítica e monitoramento de várias doenças, como tumores, infecções e hepatite.

 

Analisador de Bioquímica Seca

É capaz de realizar de forma rápida e precisa, painéis diagnósticos de rotina, emergência, enzimas cardíacas e funções hepática e renal. De acordo com a metodologia, a área de cor da tira de teste é irradiada com fonte de luz LED com um comprimento de onda específico, fazendo com que a intensidade do sinal seja capturada por um fotodiodo. Assim, o valor da concentração é proporcional à intensidade de cor capturada.

 

Mercado promissor

O fundador da Celer, Denilson Laudares Rodrigues, comenta que o segmento de produtos para saúde de animais de estimação tende a crescer muito no Brasil nos próximos anos. A visão do gestor é amparada por dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), que, em 2019, estimou um faturamento de R$ 36 bilhões no setor. Desse montante, a prestação de serviços médicos representa uma fatia de quase 25%.


Esse cenário abre espaço para um aumento da demanda por serviços especializados de diagnóstico. “Além disso, por causa da pandemia, as pessoas estão mais em casa e, por isso, prestando mais atenção à saúde dos pets. Assim como já fazemos com o diagnóstico humano, queremos dar a nossa contribuição para que a prática veterinária no Brasil ganhe rapidez e precisão nos diagnósticos”, comenta Denilson.
 

Para mais informações sobre a Celer e seus produtos, visite: https://celer.ind.br







NOSSOS PARCEIROS

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade e Termo de Uso. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de uso e a Política de Privacidade da LaborNews.