Os tratamentos acelerados de câncer de mama na Mayo Clinic oferecem mais opções para pacientes durante a pandemia


A terapia de radiação para o câncer de mama pode ser fatigante e incômoda, estendendo-se por até cinco a sete semanas e sempre exigindo um tempo prolongado de afastamento do trabalho ou de casa. Mas pesquisas na última década, como também novas tecnologias e inovações na Mayo Clinic, levaram a alternativas de tratamento que são mais curtas, mais direcionadas e bastante eficazes.

Por exemplo, nos últimos cinco anos, os especialistas em câncer de mama da Mayo Clinic avaliaram um procedimento curto de irradiação parcial da mama (PBI), um tipo de terapia de radiação dada após a lumpectomia apenas na área da mama da qual o tumor foi removido. Há muito se estabeleceu que a lumpectomia e a radiação completa da mama por um período prolongado de semanas alcança resultados comparáveis à mastectomia em câncer de mama em estágio inicial. No entanto, estudos recentes mostraram que algumas pacientes que foram submetidas à lumpectomia podem ter os mesmos excelentes resultados com a irradiação de mama parcial administrada por um período de três dias.

“Essa é uma mudança extraordinária e bem vinda para muitas pacientes”, disse o Dr. Robert Mutter, médico responsável pelo Grupo de Oncologia de Radiação para Câncer de Mama da Mayo Clinic. “Quando eu estava em treinamento, muitas dessas pacientes eram tratadas de forma rotineira por cinco a seis semanas com radioterapia diária. Na Mayo Clinic, as pacientes agora têm a oportunidade de completar a radioterapia em apenas três dias com exposição significativamente menor do tecido normal”.

Os tratamentos acelerados podem diminuir bastante o número de viagens a hospitais ou clínicas, o que reduz o risco para os trabalhadores da saúde e pacientes. 

“Um importante objetivo de nosso programa muito antes da pandemia começar foi limitar o número de viagens não terapêuticas para o hospital e clínica de nossas pacientes com câncer de mama em estágio inicial”, disse a Dra. Tina Hieken, cirurgiã oncologista da Mayo Clinic, especializada em câncer de mama. “Um dos aspectos é limitar o número de dias necessários para os tratamentos de radiação sem comprometer o controle da doença e a segurança. Nossa expertise na radioterapia de curta duração nos permitiu entregar a radioterapia que salva vidas de pacientes de câncer de mama sem atrasos significativos do tratamento durante a pandemia da COVID-19”

Os pacientes idosos e as pessoas com problemas de saúde significativos ou comorbidades têm maior risco de contrair a COVID-19 e outras doenças. “Todo nosso time de terapeutas, dosimetristas, físicos, enfermeiros, enfermeiros clínicos, assistentes médicos, clínicos gerais e equipe de apoio tem muito orgulho no trabalho que estiveram fazendo para oferecer o tratamento de radioterapia seguro durante a pandemia”, diz o Dr. Mutter.

Uma nova abordagem adicional à irradiação parcial da mama que está disponível na Mayo Clinic em Rochester é a radiação interna, ou braquiterapia, a qual usa-se um cateter colocado no momento do procedimento cirúrgico. Isso reduz o tempo de espera entre a cirurgia e o início dos tratamentos de radiação. Na Mayo, a braquiterapia se inicia apenas dois dias após a cirurgia e quando o regime de irradiação parcial de mama de três dias é usado, todo o tratamento, a cirurgia e a radiação podem ser finalizados em uma única semana. A Dra. Hieken diz que essa abordagem é possível devido à colaboração estreita entre as equipes de oncologia cirúrgica de mama e a oncologia de radiação, em conjunto com o consultório de patologia da seção de congelados intraoperatórios da Mayo.

Enquanto alguns dos protocolos são agora considerados padrão de atendimento por terem sido investigados por um período maior e sujeitos a estudos randomizadas multi-institucionais maiores, outros são exclusivamente oferecidos na Mayo Clinic. “As pacientes não foram acompanhadas por muito tempo após certos regimes de curta duração, então precisaremos continuar a acompanhar os resultados das pacientes em longo prazo para otimizar todas as nossas abordagens de tratamento”, diz o Dr. Mutter. “Mas a resposta das pacientes e os dados do resultado relatados foram positivos e encorajadores”

www.mayoclinic.org/about-mayo-clinic/factsstatistics para obter mais informações sobre a Mayo.

 

NOSSOS PARCEIROS

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade e Termo de Uso. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de uso e a Política de Privacidade da LaborNews.